S.O.S Bíblia

A Ciência na Bíblia
39 Exemplos de
PRECONHECIMENTO CIENTÍFICO NA BÍBLIA
(Resenha)

1. Diferentes fusos horários (é dia num lado da terra, enquanto é noite do outro lado) [Lc 17:30-35]
“30 Assim será no DIA em que o Filho do homem se há de manifestar. 31 Naquele dia, quem estiver no telhado, tendo as suas alfaias em casa, não desça a tomá-las; e, da mesma sorte, o que estiver no campo não volte para trás. 32 Lembrai-vos da mulher de Ló. 33 Qualquer que procurar salvar a sua vida, perdê-la-á, e qualquer que a perder, salvá-la-á. 34 Digo-vos que naquela NOITE estarão dois numa cama; um será tomado, e outro será deixado. 35 Duas estarão juntas, moendo; uma será tomada, e outra será deixada.” (Lc 17:30-35)

2. Fogo debaixo da terra [Jó 28:5, Lc 10:15, Mt 18:9]
   “Da terra procede o pão, mas por baixo é revolvida como por fogo.” (Jó 28:5)
   “E tu, Cafarnaum, que te levantaste até ao céu, até ao inferno serás abatida.” (Lc 10:15)
   “E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno.” (Mt 18:9)

3. Tecnologia de escavação: habilidade de formar colônias debaixo da terra [Am 9:2, Fp 2:10, Ap 5:3]
   “Ainda que cavem até ao inferno, a minha mão os tirará dali; e, se subirem ao céu, dali os farei descer.” (Am 9:2)
   “Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,” (Fp 2:10)
   “E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele.” (Ap 5:3)

4. Tecnologia espacial: habilidade de formar colônias no espaço exterior [Ob 1:4, Dt 30:4, Mr 13:27]
   “Se te elevares como águia, e puseres o teu ninho entre as estrelas, dali te derrubarei, diz o SENHOR.” (Ob 1:4)
   “Ainda que os teus desterrados estejam na extremidade do céu, desde ali te ajuntará o SENHOR teu Deus, e te tomará dali;” (Dt 30:4)
   “E ele enviará os seus anjos, e ajuntará os seus escolhidos, desde os quatro ventos, da extremidade da terra até a extremidade do céu.” (mr 13:27)

5. A terra está suspensa sobre o nada [Jó 26:7, 38:4, 6]
   “O norte estende sobre o VAZIO; e suspende a terra sobre o NADA.” (Jó 26:7)
   “Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência.” (Jó 38:4)
   “Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina,” (Jó 38:6)

6. A água forma um ciclo (o ciclo hidrológico:    ... -> nuvens -> chuva -> rios -> mar -> evaporação -> nuvens -> ...) [Ec 1:7, Am 9:6, Sl 135:7]
   “Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr.” (Ec 1:7)
   “Ele é o que edifica as suas câmaras superiores no céu, e fundou na terra a sua abóbada, e o que chama as águas do mar, e as derrama sobre a terra; o SENHOR é o seu nome.” (Am 9:6)
   “Faz subir os vapores das extremidades da terra; faz os relâmpagos para a chuva; tira os ventos dos seus tesouros.” (Sl 135:7)

7. Estrelas são numerosas demais para um homem contá-las [Jr 33:22, Dt 4:19]
   “Como não se pode contar o exército dos céus, nem medir-se a areia do mar, assim multiplicarei a descendência de Davi, meu servo, e os levitas que ministram diante de mim.” (Jr 33:22)
   “Que não levantes os teus olhos aos céus e vejas o sol, e a lua, e as estrelas, todo o exército dos céus; e sejas impelido a que te inclines perante eles, e sirvas àqueles que o SENHOR teu Deus repartiu a todos os povos debaixo de todos os céus.” (Dt 4:19)

8. Tecnologia de implantes (microchips) [Ap 13:16]
   “E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,” (Ap 13:16)

9. Circuito dos ventos [Ec 1:6]
   “O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta fazendo os seus circuitos.” (Ec 1:6)

10. Correntes oceânicas [Sl 8:8]
   “As aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares.” (Sl 8:8)

11. A lua brilha por refletir luz [Jó 25:5, 31:26]
   “Eis que até a lua não resplandece, e as estrelas não são puras aos seus olhos.” (Jó 25:5)
   “Se olhei para o sol, quando resplandecia, ou para a lua, caminhando gloriosa,” (Jó 31:26)

12. Tecnologia de televisão via satélites [Ap 11:9-10]
“9 E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulcros. 10 E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra.” (Ap 11:9-10)

13. O ar tem peso [Jó 28:25]
“Quando deu peso ao vento, e tomou a medida das águas;” (Jó 28:25)

14. A terra tem de ter tamanho exato para sustentar vida [Jó 38:4-5]
“4 ¶ Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência. 5 Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel?” (Jó 38:4-5)

15. As águas têm que ter proporção e limites exatos, para sustentarem a vida [Jó 28:25, Sl 33:7, Is 40:12, Jr 5:22]
   “Quando deu peso ao vento, e tomou a medida das águas;” (Jó 28:25)
   “Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos.” (Sl 33:7)
   “Quem mediu na concha da sua mão as águas, e tomou a medida dos céus aos palmos, e recolheu numa medida o pó da terra e pesou os montes com peso e os outeiros em balanças?” (Is 40:12)
   “Porventura não me temereis a mim? diz o SENHOR; não temereis diante de mim, que pus a areia por limite ao mar, por ordenança eterna, que ele não traspassará? Ainda que se levantem as suas ondas, não prevalecerão; ainda que bramem, não a traspassarão.” (Jr 5:22)

16. Há fontes no mar [Jó 38:16]
“Ou entraste tu até às fontes do mar, ou passeaste no mais profundo do abismo?” (Jó 38:16 KJV)

17. O ar é movido (isto é, os ventos) pela luz do sol [Jó 38:24]
“Onde está o caminho em que se reparte a luz, a qual espalha o vento oriental sobre a terra?” (Jó 38:24 KJV)

18. Cada estrela difere em glória [1Co 15:41]
“Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.” (1Co 15:41)

19. A forma circular, redonda, da terra [Is 40:22]
“Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;” (Is 40:22)

20. Há água no espaço externo [Sl 148:4]
“Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estão sobre os céus.” (Sl 148:4)

21. A luz não é estacionária [Jó 38:19]
“Onde está o caminho onde mora a luz? E, quanto às trevas, onde está o seu lugar;” (Jó 38:19)

22. Os corpos celestiais emitem sons [Jó 38:6-7, Sl 148:3]
   “6 Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina, 7 Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?” (Jó 38:6-7)
   “Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes.” (Sl 148:3)

23. Segunda lei da termodinâmica [Sl 102:25-26]
“25 Desde a antiguidade fundaste a terra, e os céus são obra das tuas mãos. 26 Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles se envelhecerão como um vestido; como roupa os mudarás, e ficarão mudados.” (Sl 102:25-26)

24. O código genético [Sl 139:15-16]
“15 Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. 16 Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.” (Sl 139:15-16)

"Os pesquisadores encontram máquinas lógicas na Biologia -- Isto quase parece fantástico demais para ser verdade, mas um crescente número de pesquisa sustenta a idéia que DNA, o tijolo básico da vida, pode também ser a base para uma nova geração de computadores assombrosamente poderosos." (AP, August 18, 2003)

25. Partículas invisíveis, etc. [He 11:3]
“Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” (He 11:3)

26. Toda a carne não é a mesma [1Co 15:39]
Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.” (1Co 15:39)

27. Vales e montanhas no fundo do mar [Jn 2:6, 2Sm 22:16]
   “Eu desci até aos fundamentos dos montes; a terra me encerrou para sempre com os seus ferrolhos; mas tu fizeste subir a minha vida da perdição, ó SENHOR meu Deus.” (Jn 2:6)
   “E apareceram as profundezas do mar, e os fundamentos do mundo se descobriram; pela repreensão do SENHOR, pelo sopro do vento das suas narinas.” (2Sm 22:16)

28. Visão acurada das águias [Jó 39:29]
   “Dali descobre a presa; seus olhos a avistam de longe.” (Jó 39:29)

29. Plêiades e Orion [Jó 38:31]
“Ou poderás tu ajuntar as delícias do Sete-estrelo ou soltar os cordéis do Orion?” (Jó 38:31)

30. O corpo do homem é feito a partir do solo Gn 2:7, 3:19 Jó 4:17, 33:6 Ec 12:7
   “E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” (Gn 2:7)
   “No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.” (Gn 3:19)
   “Seria porventura o homem mais justo do que Deus? Seria porventura o homem mais puro do que o seu Criador?” (Jó 4:17)
   “Eis que vim de Deus, como tu; do barro também eu fui formado.” (Jó 33:6)
   “E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.” (Ec 12:7)

" 'O maior milagre da Bíblia', diz Dr. E. E. Slosson, um químico de fama internacional, 'é a sua precisão química. O primeiro livro da Bíblia diz que o homem foi feito a partir do solo. No solo há 14 diferentes elementos químicos, e no corpo do homem há aqueles mesmos 14 elementos.' " ("Dawn Magazine," September 15, 1931). [ Hélio não checou, mas pensa que há 18 elementos que tanto estão em TODO solo agriculturável como também estão no corpo do homem: C, O, H, N, K, Ca, P, Cu, Fe, Na, Cl, Zn, Se, Mg, I, Fl, Mb, Li. Alguém sabe quais 4 desses elementos não estão em TODO solo agriculturável, por isto o Dr. Slosson não os contou?]

31. Formigas operárias são fêmeas Pv 6:6-10
“6 ¶ Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio. 7 Pois ela, não tendo chefe, nem guarda, nem dominador, 8 Prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento. 9 O preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono? 10 Um pouco a dormir, um pouco a tosquenejar; um pouco a repousar de braços cruzados;” (Pv 6:6-10) [A KJV usa "her", ao invés do usual "its"!]

32. A vida da carne está no sangue Gn 9:4; Lv 17:11
   “A carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis.” (Gn 9:4)
   “Porque a vida da carne está no sangue; pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas; porquanto é o sangue que fará expiação pela alma.” (Lv 17:11)

33. Leis de higiene Lv 15:4, 6:28, Lv 11:35, Nu 19:14
   “Toda a cama, em que se deitar o que tiver fluxo, será imunda; e toda a coisa, sobre o que se assentar, será imunda.” (Lv 15:4)
   “E o vaso de barro em que for cozida será quebrado; porém, se for cozida num vaso de cobre, esfregar-se-á e lavar-se-á na água.” (Lv 6:28)
   “E aquilo sobre o que cair alguma parte de seu corpo morto, será imundo; o forno e o vaso de barro serão quebrados; imundos são: portanto vos serão por imundos.” (Lv 11:35)
   “Esta é a lei, quando morrer algum homem em alguma tenda, todo aquele que entrar naquela tenda, e todo aquele que nela estiver, será imundo sete dias.” (Nu 19:14)

34. Leis de sanitaridade Dt 23:12-13, Lv 4:11-12
   “12 Também terás um lugar fora do arraial, para onde sairás. 13 E entre as tuas armas terás uma pá; e será que, quando estiveres assentado, fora, então com ela cavarás e, virando-te,cobrirás o que defecaste.” (Dt 23:12-13)
   “11 Mas o couro do novilho, e toda a sua carne, com a sua cabeça e as suas pernas, e as suas entranhas, e o seu esterco, 12 Enfim, o novilho todo levará fora do arraial a um lugar limpo, onde se lança a cinza, e o queimará com fogo sobre a lenha; onde se lança a cinza se queimará.” (Lv 4:11-12)

35. O sol está se movendo através do espaço [sideral] Sl 19:4
   “4 A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol, 5 O qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho. 6 A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor.” (Sl 19:4-6 BRP)

36. Circuncisão no OITAVO dia Gn 17:12
O filho de OITO dias, pois, será circuncidado, todo o homem nas vossas gerações; o nascido na casa, e o comprado por dinheiro a qualquer estrangeiro, que não for da tua descendência.” (Gn 17:12)

37. Folhagens e grãos são nutritivos Sl 104:14
Faz crescer a erva para o gado, e a verdura para o serviço do homem, para fazer sair da terra o pão,” (Sl 104:14)

38. Transporte moderno Dn 12:4
“E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará.” (Dn 12:4)

39. A luz da lua [também] influencia a vida sobre a terra Dt 33:13
“13 E de José disse: Bendita do SENHOR seja a sua terra, com o mais excelente dos céus, com o orvalho e com o abismo que jaz abaixo. 14 E com os mais excelentes frutos do sol, e com as mais excelentes produções das luas,” (Dt 33:13-14)

Autor da resenha: Teno Groppi(qualquer dúvida/ comentário/ sugestão, escrever diretamente para o autor: tgroppi news.rr.com)

Tradutora: Valdenira N.de M. Silva, 2004.

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).

(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Bibliologia-InspiracApologetCriacionis/ 
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )

Jordânia: A Primeira Igreja Cristã


Aman AFP: Na Jordânia, arqueólogos encontraram, ocultas na terra, as ruínas de uma construção que foi identificada como sendo a primeira igreja cristã, datada em dois mil anos de idade, mais precisamente, devia estar de pé entre 30 e 70 d.C., segundo informou o chefe do Centro de Estudos Arqueológicos de Rihab, Jordânia, Abdul Qader al-Husan.

A primeira igreja estava soterrada embaixo de outra igreja, a Saint Georgeous, localizada no norte do país, na fronteira com a Síria. A igreja de Saint Georgeous é também muito antiga, do ano 230 d.C.. Husan afirma que há evidências de que o lugar abrigou os cristãos mais primitivos; os próprios 70 discipulos de Jesus Cristo, os 70 bem amados de Deus que receberam o Espírito Santo no primeiro Pentecostes cristão.

Perseguidos em Jerusalém, mal vistos em Israel e, posteriormente, em Roma, estes cristãos teriam se refugiado na Jordânia onde fundaram igrejas. A "primeira igreja" foi escavada no subterrâneo. Era preciso o máximo de discrição. Os rituais somente puderam chegar à superfície depois que o Império Romano adotou o cristianismo como religião oficial. Os arqueólogos encontraram um recinto escavado em uma caverna. Há um pórtico em arco, muitos assentos moldados na pedra em uma salão circular. Um túnel profundo, possivelmente, conduziria a uma fonte de água. Em Rihab existem 30 igrejas cristãs de construção primitiva e, segundo a tradição, Jesus e a Virgem Maria estiveram ali.

São muitos os mistérios da biografia de Jesus e Maria. Entre passagens obscuras da vida destes personagens, registram-se eventos acontecidos na infância do "menino-deus" e depois da crucificação/ressurreição. Da meninice do Cristo, há relatos da travessia até o Egito e de seu retorno a Israel. Na terra dos faraós, verificaram-se prodígios, como a queda dos ídolos pagãos... Outros dizem que sua juventude foi passada entre mestres Iniciados, na na Caxemira, norte da Índia. Na Etiópia, teriam feito uma passagem onde deixaram a lembrança perene de lugares que hoje são considerados santos.

Depois da crucificação, Jesus, ressurrecto, teria, retornado à Caxemira, onde teria vivido até centenária idade e lá, onde morreu, existe um túmulo que, segundo a tradição, é o túmulo do Messias judeu. Outra versão ainda mais exótica, conta que Jesus foi parar no Japão! [veja matéria abaixo] onde deixou descendentes que podem ser rastreados até hoje...

Sobre os apóstolos, a figura mais polêmica é Maria Madalena, que teria sido uma discípula ativa, precursora da Igreja nos primeiros tempos do cristianismo, disputando a liderança com Pedro. Grávida, em risco de morte, consta que fugiu para o Ocidente onde se estabeleceu em terras européias, entre Inglaterra e França [essa é a teoria explorada no chamado "Evangelho de Maria Madalena, no outro apócrifo Pistis Sophia e, recentemente, na ficção de Dan Brown, O Código de Da Vince]. Meditemos...

FONTE: Jordan archaeologists unearth 'world's first church'
IN YAHOO NEWS AFP - foi publicado em 10/06/2008



Sonho de Nabucodonosor

''Sonho que revela o fim dos tempos''


                                                                                          image; abcuritiba.com

1. Ora no segundo ano do reinado de Nabucodonosor, teve este uns sonhos; e o seu espírito se perturbou, e passou-se lhe o sono.
2. Então o rei mandou chamar os magos, os encantadores, os adivinhadores, e os caldeus, para que declarassem ao rei os seus sonhos; eles vieram, pois, e se apresentaram diante do rei.
3. E o rei lhes disse: Tive um sonho, e para saber o sonho está perturbado o meu espírito.  Daniel 2.1-3

QUAL ERA O SONHO;

31. Tu, ó rei, na visão olhaste e eis uma grande estátua. Esta estátua, imensa e de excelente esplendor, estava em pé diante de ti; e a sua aparência era terrível.
32. A cabeça dessa estátua era de ouro fino; o peito e os braços de prata; o ventre e as coxas de bronze;
33. As pernas de ferro; e os pés em parte de ferro e em parte de barro.
34. Estavas vendo isto, quando uma pedra foi cortada, sem auxílio de mãos, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou.
35. Então foi juntamente esmiuçados o ferro, o barro, o bronze, a prata e o ouro, os quais se fizeram como a pragana das eiras no estio, e o vento os levou, e não se podia achar nenhum vestígio deles; a pedra, porém, que feriu a estátua se tornou uma grande montanha, e encheu toda a terra.
36. Este é o sonho; agora diremos ao rei a sua interpretação.  Daniel 2.31-36

                                                                                     image;www.abo.org.ar


O SIGNIFICADO DO SONHO DE NABUCODONOSOR
32. A cabeça dessa estátua era de ouro fino;...
         Esta declaração torna evidente que a cabeça de ouro simbolizava o grande e poderoso império babilônico, mas ainda com toda a sua grandeza Babilônia deveria passar e viria outro grande império depois dele, porém não tão grande como o império babilônico, simbolizado pelo peito e braços de prata.



32. o peito e os braços de prata;...
         Este seria o segundo império que viria depois do babilônico. Este reino seria o Medo-Pérsia, representada pelo peito e braços de prata. Pois em 539 aC. O grande imperador Ciro, general Persa, derrotou o império babilônico e estabeleceu a Segunda potência Universal.

32. o ventre e as coxas de bronze;...
         Duzentos anos mais tarde, em aproximadamente em 331 aC. o império Medo-Pérsia se desmoronava diante das forças da Grécia, comandadas pelo então imperador Alexandre, o Grande. Dentre todos os impérios anteriores, este foi o mais longo domínio que existiu até então. Este império representado pelo ventre e quadris de bronze, visto no sonho de Nabucodonosor, assim como os outros também daria lugar a um outro império.

33. As pernas de ferro;e os pés em parte de ferro e em parte de barro.

E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil.
Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.
Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre,
Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação
Daniel 2:42-45


E a Famosa pedra que corta sem auxilio de mão;
Muitos acreditam ser a vinda de Jesus a tal pedra, mas as vezes acredito que possa ser um asteroide que se chocará com a Terra!!


"No Princípio... o Espírito de Deus Pairava Sobre as Águas..."


SUÍÇA – Cientistas do CERN (Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire, Conselho Europeu Para a Pesquisa Nuclear), sediada em Genebra, trabalhando com o maior Colisor de Partículas do Mundo, o Large Hadron Collider, decobriram que logo após o surgimento do Universo (depois do Big Bang, se foi um Big Bang...) – o que se formou foi uma espécie de sopa quente, a uma temperatura de mais 10 trilhões de graus Celsius.

Mas, considerando os atuais tão diversos estados possíveis da matéria, essa sopa não era exatamento um líquido, tal como a água ou a cachaça, por exemplo... Na verdade, era mais como um ambiente pegajoso ao qual os cientistas denominaram Plasma de quarks-glúons. Nesse pântano cósmico formaram-se as primeiras partículas, das quais foram compostos os átomos, as moléculas dos elementos (astro-fisio-químicos), as galáxias, as estrelas... nós.

Esse resultado surpreendeu os Físicos porque contradiz a idéia até então aceita sobre os post-Big-Bang. Acreditava-se que depois da grande explosão primordial teria se formado um ambiente de gás superaquecido e, a partir daí, teria surgido toda a matéria.

O físico de partículas da University of Birmingham, David Evans, principal representandte do Reino Unido no experimento realizado pelo CERN, explica: Na primeira instância de sua existência, o Universo apresentava um "comportamento" [estado material de de um líquido muito denso.

Essa conclusão é o resultado de um experimento realizado por uma super-equipe multinacional, que reúne mais de mil pesquisadores, utilizando o Grande Colisor de Hádrons do CERN. O Acelerador funciona promovendo a colisão de partículas, no caso de átomos de chumbo, dentro de um ambiente controlado, um detector, chamado ALICE. A proposta é criar mini Big-Bangs que pretendem imitar as condições de surgimento do Universo e o estado da matéria-matriz segundos depois da ocorrência do fenômeno.

O Acelerador de Partículas é um túnel com 17 milhas (cerca de 27 km) de comprimento, enterrado a 300 pés de profundidade (cerca de 91 metros), logo abaixo do sopé dos Alpes, na fronteira franco-suíça. É um túnel circular. Lá dentro, átomos disparados a alta-velocidade (por isso é um acelerador) sofrem aquecimento extremo. Neste caso, chegando aos 10 trilhões de graus centígrados. Isso, em uma fração de segundo. Nessas condições de aceleração e temperatura, os átomos, antes de mais nada, tomam o aspecto de minúsculas esferas de fogo, ígneas que, ao colidirem, simplesmente deixam de existir, pela fusão entre si, dando lugar a dois novos tipos de matéria particular, os quarks e os glúons.

Há cinco anos, no Relativistic Heavy Ion Colider, localizado em Upton, estado de Nova York – EUA, fez a mesma experiência com a diferença que a temperatura atingida até as colisões era de (apenas) 4 milhões de graus centígrados. A esta temperatura, os quarks e glúons também compuseram um plasma semelhante a um líquido. Porém, os cientistas estavam certos de que com um considerável aumento de temperatura, a substância volatizar-se-ia originando um gás.

LINKS RELACIONADOS:

O novo experimento do CERN surpreende os cientistas porque os quarks e glúons não secomportaram como era previsto. Evans comenta:


As teorias sugeriam que as forças que mantinham quarks e glúons em interação de matéria líquida, plásmica, começariam a enfraquecer com o aumento da temperatura, a temperatura que supomos seria aquela alcançada logo depois do Big Bang. Então, as partículas mover-se-iam livremente, como um gás. Porém, percebemos, agora, que a grande força que une essas partículas [qurks e glúon] mantém seu poder mesmo submetida às temperaturas altas que, esperávamos, liberassem as ligações.

Sim, os cientistas estão surpresos. Têm razão. A ciência confirma a cada dia certos aspectos da realidade que pareciam ser apenas metáforas de textos de livros pseudo-sagrados de algumas religiões. Porém, eis que, tudo indica: no começo, seja lá o que for, "pairava sobre as águas", não pairava em um gás.

FONTE: GRAY, Richard. How the universe evolved from a liquid. [Trad. e adap. L. Cabus]
IN Telegraph, UK publicado em 20/11/2010
[http://www.telegraph.co.uk/science/science-news/8148525/How-the-universe-evolved-from-a-liquid.html]
sofadasala


TURQUIA: ENCONTRAMOS A ARCA DE NOÉ

FOTOS DA ARCA DE NOÉ



Turquia: Encontramos a Arca de Noé
by Diretor do Cafetorah
Uma equipe composta de arqueólogos de Hong Kong e do governo Turco procurava os restos da Arca de Noé no Monte Ararat, na Turquia oriental, conseguiram chegar dentro de uma grande estrutura de madeira a uma altitude de mais de 4.000 m acima do nível do mar. Composta de espécimes de madeira que foram datados de 4.800 anos de idade.

Funcionários do governo turco e do Ministério da Cultural, altamente considerados, anunciaram a descoberta em conjunto com a equipe de exploração em Hong Kong. Eles planejavam apresentar um pedido para a estrutura de madeira seja incluída na Lista do Património Mundial da UNESCO.

Um acordo mútuo para reforçar a cooperação foi assinado e os membros da equipe de Hong Kong que foram reconhecidos como cidadãos de Honra da Província de Agri, na Turquia. Na conferência de imprensa em 25 de abril, Cônsul Geral da Turquia, Mehmet Sr. Raif Karaca, foi convidado para vir e apoiar as grandes conquistas da equipe de exploração no aspecto da pesquisa da Arca de Noé.

Informações gerais

Registro históricos contam que há mais de 2.000 anos A.C. a "Arca de Noé veio a repousar nas montanhas de Ararat após o Dilúvio. Os mesmos registros podem ser encontrados na Bíblia. Na região do local, a tradição foi transmitida através das gerações: "Há um barco antigo na montanha.

O tempo é impiedoso no inverno

O registro mais antigo da busca da Arca por um cientista ocidental foi o naturalista alemão Dr. Friedrich Parrot, que escalou o Monte Ararat em 1829. Embora ele não conseguiu encontrar provas substanciais para a prova, ele foi o precursor no campo - em 200 anos seguintes, muitos cientistas e exploradores foram dedicados à busca de um barco antigo, que corresponde a registros históricos. No entanto, o maior resultado da pesquisa no lado ocidental em dois séculos, foi a recuperação de fragmentos de madeira na geleira a uma altitude de 4.000 m acima do monte Ararat. Do ponto de vista do objetivo científico, a descoberta de madeira no Monte Ararat é animador porque os cientistas afirmam que altitudes altas das montanhas teriam esgotados as árvores e nenhuma ocupação humana jamais foi encontrada em uma altitude acima de 3.000 metros. Os fragmentos de madeira foram descobertos no passado pode ter vindo da Arca.

A descoberta da estrutura de madeira

O Ministério Internacional da Arca de Noé realizou um grande avanço na pesquisa. A primeira equipe encontrou um local em uma altitude acima de 4.000 m, escavado a geleira, encontrou e aventurou-se no interior da estrutura de madeira. YUEN Man-Fai, um representante do ministério disse em conferência de imprensa, "A equipe de pesquisa e eu, pessoalmente, entramos em uma estrutura de madeira no alto da montanha. A estrutura é dividida em diferentes espaços. Acreditamos que a estrutura de madeira que entrou é a mesma estrutura registrada em relatos históricos e mesmo barco antigo indicado pelos moradores. "Membros da equipe entraram na estrutura de madeira e começaram a realizar estudos de campo, fazer medições e coletar amostras, com todo o processo filmado. Este é a primeira equipe na história que documentou visualmente o interior da estrutura de madeira na montanha.

Ahmet Ertugrul, o líder da equipe de pesquisa, foi o primeiro a obter informações sobre a localização e, em seguida, começou a busca. Ele explicou: "Eu consegui saber a localização secreta em junho de 2008. A fonte disse-me que esta é a Arca de Noé. Eu levei uma equipe para lá e a pesquisa em torno da região iniciou e encontraram uma estrutura de madeira. Eu tirei algumas fotos do interior da estrutura interior. Eu tenho trabalhado em estreita colaboração com o ministério há alguns anos, eu informei-os da descoberta".

A pesquisa estendeu por quase dois anos. A etapa foi marcada por um dos membros da equipe, Panda Lee, que foi pioneiro em uma subida para testemunhar a existência de uma estrutura de madeira em uma altitude de 4.000 m. Ele também pesquisou a paisagem, preparando-se para outra pesquisa. Panda Lee disse: "Em outubro de 2008, subi a montanha com a equipe turca. A uma altitude de mais de 4.000 metros, eu vi uma estrutura construída com madeira tipo de riga. Cada prancha era de cerca de 8 centímetros de largura. Eu podia ver espigas, a prova da antiga construção anterior à utilização de pregos de metal.

Caminhamos cerca de 100 metros para outro local. Eu podia ver fragmentos quebrados de madeira embutidos em uma geleira, e cerca de 20 metros de comprimento. Eu examinei a paisagem e que a estrutura de madeira foi permanentemente coberta por gelo e rochas vulcânicas. Antes da minha expedição, a equipe turca tinha escavado o local para expor a estrutura".

Após a confirmação da Panda, embora as atividades de busca foram interrompidas por tempo indeterminado por causa da situação tensa, a busca foi realizada incansavelmente durante um ano inteiro. Finalmente, em outubro de 2009, uma equipe de filmagem acompanhou a equipe de pesquisa para documentar a expedição. Seis membros da equipe de Hong Kong entrou na estrutura de madeira, com Fiona Leung uma única membro do sexo feminino.

Ela diz: "A expedição foi difícil. Ficamos alguns dias no acampamento na base a 2.800 metros acima do nível do mar, a fim de aclimatar. Todos nós sofremos vários sintomas da doença da altitude. O clima no Monte Ararat era imprevisível. A diferença de temperaturas do dia e da noite eram tão grandes com cerca de 30 graus Celsius em variação. À noite, as temperaturas caíam para menos 20 graus Celsios, nevagava. A última parte do percurso que conduz ao local era muito acidentada. Escalamos terrenos íngremes de 60 graus onde pode-se ver rochas de basaltos rolando sobre nós: o sol derretendo a neve provocava o desprendimento e elas rolavam. Alguns dos basaltos eram tão grandes como a nossa cabeça e poderia ter ferido gravemente se nos atingisse".
Sete espaços revelados

A estrutura de madeira que foi descoberta pela equipe está quebrada, por isto, os membros da equipe entraram na estrutura através de várias aberturas. Até agora, a equipe descobriu sete espaços. Um dos membros da equipe, Yeung Wing-Cheung explica durante a conferência de imprensa.

1.Um dos espaços descobertos está congelado pelo gelo. Sob o gelo está a madeira, com vigas de madeira acima. Não é a construção da espiga na parede e é óbvio que é uma estrutura artificial.

2.O espaço testemunhado por Panda Lee é em forma de L. Este é o primeiro espaço descoberto. É em forma de L e suas características combinam bem com alguns espaços descobertos mais tarde, como a construção da espiga. Concluiu-se que ele foi originalmente uma sala em forma de caixa e está muito decomposto.

3.Este espaço é de mais de 5 metros de altura. Os membros da equipe tiveram de passar por uma abertura de trincas e saltar para entrar. Todas as paredes são de madeira e o espaço não é em forma de caixa. Estritamente falando, as paredes não são verticais, mas curvas e inclinado. A largura da porta pequena de um lado, das dimensões é de um metro de altura e meio de largura, provavelmente leva a um outro espaço, mas nossa equipe não arriscou mais devido à falta de oxigênio.

4.Esta sala é em forma de caixa, tendo uma dimensão de altura, largura e comprimento de mais de dois metros. Há uma viga de madeira com pregos de madeira de um lado da parede. Acredita-se que a corda que era utilizada nesses pregos era para manter os animais no local. No outro lado da parede, há prateleiras.

5.Um espaço muito pequeno túnel como liga dois espaços.

6.A poucas escadas de madeira foram encontradas no interior da estrutura, que aparentemente feita de madeira de logs. Nossa equipe escalou um e encontrou uma porta no teto e concluiu que a estrutura de madeira tem mais de um andar. Nós tentamos abri-lo, mas não conseguiu. Nós não queremos destruir a estrutura, vamos tentar novamente com equipamento adequado no futuro.

7.A equipe não entrou neste espaço. Eles viram somente e fotografaram uma pequena abertura acima. A altura e a largura são estimados em 5 metros e 12 metros respectivamente."

Os peritos e funcionários do governo concordaram que a descoberta é de grande importância. À luz dos registros históricos, eles acreditam que a explicação mais provável é a Arca de Noé e posteriormente mais estudos científicos deverão ser realizados.

Sr. Gerrit Aalten, conhecido investigador holandês da Arca disse: "A importância desta descoberta é que, pela primeira vez na história da descoberta da Arca de Noé está bem documentado e mostrado à comunidade mundial." Com mais de 30 anos de experiência na coleta de informações , o Sr. acredita que Aalten testemunha pormenorizadamente e agora o quebra-cabeça da Arca está completo, porque todos os mencionados detalhes significativos que correspondem exatamente se encontram surpreendente na montanha. Ele continuou: "Apenas alguns dos muitos detalhes que são correspondentes a este encontrar: ... a altura que foi encontrada, o que é 4.000 metros acima do nível do mar", outro detalhe é, o modo como a Arca está situado na montanha, que é: "inclinado", ... que tem uma aparência "avermelhada / aparência de madeira marrom" ... o fim da Arca "é decadente e quebrado e tem um" buraco através do qual se pode entrar, ... é mais parcialmente "embutido no gelo e restos de rocha", ... e que a Arca é "muito sólido e de alta qualidade", ... e escuro ", muito longa e retangular. Em conclusão, o Sr. Aalten disse,"há uma tremenda quantidade de evidências sólidas de que a estrutura encontrada no Monte Ararat, na Turquia oriental, é a lendária Arca de Noé".

Um arqueólogo, o professor Oktay Belli disse: "A equipe de pesquisa tem feito a maior descoberta da história. Este achado é muito importante e o maior até agora. No Monte Ararat, assentamento humano nunca atingiu 3.500 m. O Monte Ararat é um lugar sagrado e tem ricos relatos históricos sobre a Arca de Noé na montanha. Muitas pessoas têm procurado na montanha a Arca Sagrada descoberta desta vez é a primeira pesquisa séria que a equipe encontrou uma estrutura de madeira sob o gelo."

Dr. Ahmet Özbek, um geólogo turco explicou como o estado tem ajudado a preservar a estrutura para os anos milhares de pessoas sem deterioração ou petrificante. Ele disse que "Nos dias atuais, a linha permanente da neve no monte. Ararat é 3.900 metros. A estrutura de madeira foi encontrada mais de 4.000 metros. "A temperatura baixa e as condições ambientais dos depósitos de material vulcânico e a geleira ajudou a preservação. Ele também explicou que a proporção de peso do material da madeira foi capaz de transportar cargas de até 5 vezes o seu peso. Portanto, esta estrutura pode suportar o peso pesado sem quebrar em pedaços. 



Tesouro Histórico: Os Evangelhos de Chumbo da Jordânia

 Rolos (de manuscritos), tabuletas e outros artefatos incluindo
 um vaso de incenso foram encontrados no mesmo local (acima).

ISRAEL/JORDÂNIA – Há sete anos atrás (em 2006) um beduíno descobriu ocultos, em uma caverna da Jordânia, um conjunto de estranhos livros. Este beduíno, já instruído sobre o valor daquele tipo de "velharia", manuscritos, escondidos em cavernas do oriente Médio, logo achou comprador para as relíquias: outro beduíno, este, israelense que contrabandeou o material para seu país natal: Israel; e lá o tesouro histórico permanece até hoje.

Ao que tudo indica, os israelenses, muito reservados com os assuntos da tradição religiosa, nunca permitiram que a descoberta destes livros fosse tão alardeada quanto foram as descobertas dos manuscritos de Nag-Hamadi (1945) e do Mar Morto (1947-1956).


Mas o fato é que no passado, o lugar, aquela caverna tinha abrigado cristãos refugiados da queda de Jerusalém, em 70 d.C. São 70 livros. Suas páginas, pouco maiores que um cartão de crédito, são feitas de chumbo e encadernadas com arame (fios de cobre) e sem dúvida seu conteúdo relaciona-se com os primórdios do Cristianismo.

Estão repletos de símbolos, imagens e palavras que parecem referir-se ao Messias, sua crucificação e ressurreição. Por causa de sua austera confecção, posto que parecem ter sido selados, especula-se que os 70 livros poderiam ter relação com o livro dos sete selos mencionado no Apocalipse de João. No caso, cada livro seria um selo.

Testes preliminares determinaram que o metal pertence ao seculo I d.C.. Outros documentos importantes do mesmo período foram encontrados no mesmo local. A estimativa é baseada na análise do grau e modo de corrosão. Se a data estiver correta,Os Evangelhos de Chumbo são anteriores aos escritos de Paulo, o apóstolo tardio.

A expectativa é de este achado possa revelar dados sobre a real biografia de Jesus. Todavia, os peritos são cautelosos porque falsificações refinadas já enganaram cientistas antes. O estudioso britânico de Historia religiosa antiga e arqueologia, David Elkingtom, um dos poucos que examinou os livros, acha que é grande a possibilidade de serem autênticos: A grande descoberta da História cristã.

O professor emérito de estudos bíblicos da Sheffield University, Philip Davies, acredita que são fortes as evidências de que os livros têm origem cristã. Neles, encontra-se, inclusive, um mapa de Jerusalém. Davies relata: Assim que vi, fiquei mudo. Isso me pareceu tão obviamente uma imagem cristã... Há uma cruz em primeiro plano e, por trás dela, um pequeno edifício com uma abertura (o túmulo de Jesus?); ao fundo, um plano geral das muralhas da cidade. Outras páginas reforçam a narrativa de uma crucificação realizada fora dos muros da cidade.


Em meio ao mistério, a própria trajetória dos livros, entre sua descoberta e disponibilização para estudos científicos é incerta. A equipe inglesa que trabalha na investigação sobre a descoberta teme que o "guardião" dos livros, radicado em Israel, seja tentado a vender algumas das peças no mercado negro ou, ainda, que possa danificá-los ou destruí-los. Mas o guardião não nomeado nega qualquer risco e afirma que os códices de chumbo estão com sua família a 100 anos!

No entanto, os estudiosos nem começaram a vislumbrar as revelações dos 70 livros e eis que emerge uma querela sobre seu paradeiro, o lugar exato e data de sua descoberta e sua pátria de direito. Supondo que estejam em Israel ou sob sua custódia, ocorre que o governo da Jordânia está negociando nas altas esferas para repatriar as peças.


FONTE: MACRAE, Fiona. Could this be the biggest find since the Dead Sea Scrolls? Seventy metal books found in cave in Jordan could change our view of Biblical history. IN Daily Mail/UK, publicado em 30/03/2011 [http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-1371290/Could-biggest-Dead-Sea-Scrolls-70-metal-books-cave-Jordan-change-view-Biblical-history.html]

A Arca da Aliança

O Mistério: Onde está a Arca da Aliança?

A Arca da Aliança é um recipiente descrito na Bíblia como contendo as  tábuas de pedra sobre a qual estavam escritos os Dez Mandamentos, bem  como a vara de Arão e o maná. A Arca foi mantida em Jerusalém até que os  babilônios saquearam e destruíram o templo. A partir de então, a Arca  passou a ser considerada lenda e desapareceu para sempre. Uma teoria  sobre o onde a Arca pode estar escondida é que ela foi ocultada pelos  sacerdotes sob o Monte do Templo. Escavações modernas perto do Monte do  Templo em Jerusalém descobriram túneis, mas as escavações neste local  são muito restringidas. Um dos mais importantes santuários islâmicos, o  Domo da Rocha, encontra-se no local aonde é cogitado que o Primeiro  Templo de Salomão tenha estado de pé. Segundo a Bíblia, o rei Salomão,  ao construir o templo, tinha a Arca da Aliança colocada sobre uma  plataforma que poderia ser baixada a um sistema de túneis, isso o  tornaria uma localização plausível para esconder a Arca da Aliança.


Fonte;grandes-misterios.webnode.pt

Profecias sobre Terremotos e um Super Terremoto


                                                                     image;terremoto dia 11 Indonésia, fonte;4.bp.blogspot.com

''De tal sorte que tremerão diante da minha face, os peixes do mar, as aves do céu, os animais do campo, todos os repteis que se arrasta sobre a terra, todos os homens que estão sobre a face da terra e os Montes caíram.'' ( Ezequiel 38:20 )

Os grandes Montes caíram. ( Ezequiel 38:20)
A Terra sairá fora do seu eixo. ( Isaías 13:13 )
A Terra ficará plaina. ( Zacarias 14:20 )
As Montanhas se aplainaram. ( Isaías 13:20 )

A BIBLIA FALA DE UM GRANDE TERREMOTO MUNDIAL, SERÁ QUE ESTAMOS NOS APROXIMANDO DELE?
Este gráfico mostra os terremotos ocorridos em todo o mundo com magnitude de 6 a 8 graus na escala de Richter. São dados obtidos pela USGS - U.S. Geological Survey desde o ano 1900.




Desde 1999, nota-se um aumento significativo na frequência de terremotos acima de 6 graus. 
Este aumento brutal faz eco nos antigos registros religiosos quando referiam que "terremotos irão ocorrer em vários lugares" á medida que a Humanidade se aproxima do ciclo final. São as transformações em curso.

Obs;
"Houve, então, relâmpagos, vozes e trovões, assim como um terremoto tão grande como jamais houve desde que há homens na terra." (Ap 16,18)
                                                                               
 fonte;ensinosdoeterno.blogspot.com

Sodoma e Gomorra existiram?

Acredita-se que o extremo sul do Mar Morto seja a antiga terra de Canaã, cidade das lendárias cidades do pecado: Sodoma e Gomorra. Aqui é onde Abraão e sua família vieram e se estabeleceram. Segundo a Biblia, essas cidades foram destruídas pelo fogo e o enxofre. Mas essas cidades existiram? Um dos maiores mistérios arqueológicos que ainda surpreende os cientistas e estudiosos da Bíblia é a localização das cinco cidades da campina: Sodoma, Gomorra, Admah, Zeboim e Zoar. É provável que estas localizações não tivessem importância além da arqueológica, exceto por uma coisa: a forma como supostamente foram destruídas estas cidades.


Em meados dos anos 1960, G. Pettinato e P. Matthiae foram os responsáveis pela descoberta da antiga cidade de Ebla (Tell Mardikh), a principal cidade síria do III milênio a.C. Como toda grande cidade do passado, Ebla possuía uma vasta biblioteca de aproximadamente 17 mil tabletes cuneiformes. Um desses tabletes foi publicado por Pettinato em 1976, e revelou algo surpreendente. A inscrição falava sobre cinco cidades: Sodoma, Gomorra, Admá, Zeboim e Zoar. A mesma seqüência que aparece em Gênesis 14:2 e 8.
Ebla era um grande centro comercial, mantinha relações econômicas com diversas cidades do antigo Oriente Médio e foi destruída pelo rei Naramsin de Akkad, por volta de 2300 a.C. Assim, fica demonstrado que existia uma cidade chamada Sodoma no mesmo período em que a Bíblia a situa.
E quanto à sua localização geográfica? As Escrituras fornecem algumas pistas sobre sua posição. Em Gênesis 14:3, lemos que Sodoma estava no “vale de Sidim (que é o mar salgado)”, provavelmente o Mar Morto. Em 1924, William F. Albright e M. Kyle, grandes nomes da Arqueologia, visitaram uma região nessas proximidades chamada em árabe de Bab-Edh-Dhra. Ali eles encontraram vários restos de um santuário cananeu que datava de 2800-1800 a.C. Quarenta anos depois, Paul Lapp, juntamente com a sua equipe, realizou a primeira escavação e encontrou o cemitério da cidade que ficava a um quilômetro de distância do centro. Foi nessa época que Lapp e Albright relacionaram esse sítio arqueológico com a bíblica Sodoma e sugeriram a idéia de que o local era no passado grande centro religioso das cidades da planície. Um detalhe é bem sugestivo: na região da cidade foram encontradas várias camadas de cinza com alguns metros de espessura!

No cemitério, a evidência é mais impressionante ainda. Existia um estilo de sepultamento na cidade em que uma cova muito profunda era cavada e vários corpos eram ali depositados com os seus pertences (numa tumba foram colocadas 250 pessoas!); mas no período da destruição o estilo era outro. Uma casa mortuária era colocada sobre o corpo, mais ou menos como as capelinhas que vemos em alguns cemitérios atuais, mas logicamente bem menores. Todas essas casas mortuárias estavam queimadas e a primeira sugestão foi de que o fogo começou dentro e se espalhou para fora. Porém, estudos avançados foram feitos e constataram que o fogo começou no telhado que cedeu e se espalhou por dentro. Como explicar isso? Vulcão? Incêndio? Um conquistador colocou fogo no local? Nenhuma dessas respostas é satisfatória. Como um incêndio começaria num cemitério que ficava a um quilômetro da cidade? Por que um conquistador colocaria fogo num cemitério?
Avaliemos a situação: na cidade temos camadas de cinza e no cemitério cinza e marcas de fogo. Bryant Wood, arqueólogo cristão da atualidade, afirmou que a Arqueologia não tem respostas para esse fenômeno. Por outro lado, a Bíblia fornece a resposta: foi Deus quem destruiu essas cidades com fogo e enxofre (Gn 19:23-29).

                                                  imagefonte;grandes-misterios.webnode.pt
Para os pecados dos seus habitantes de Sodoma, Gomorra, Admá e Zeboim  foram destruídas por "enxofre e fogo do Senhor do céu" (Gênesis  19:24-25). Para o cristianismo e o islamismo, os nomes destas cidades se  tornaram sinônimos de pecado e sua queda uma proverbial manifestação da  ira de Deus. A existência histórica de Sodoma e Gomorra, ainda está em  discussão entre os arqueólogos, a Bíblia indica que eles foram  localizados perto do Mar Morto, alguns locais que são candidatos a serem  os locais em que existiam estas cidades foram descobertos ou visitados  por Walter E. Rast e Thomas R. Schaub em 1973, são elas: Numeira,  es-Safi, Feifeh e Khanazir e edh Bab-Dhra, esta última foi inicialmente  escavada em 1965 pelo arqueólogo Paul Lapp. Todas estas cidades foram  localizadas perto do Mar Morto, com provas e vestígios de queima de  enxofre em muitas das pedras e uma parada súbita da habitação no final  da Idade do Bronze inicial.

                                                    imagefonte;aquariuspage.blogspot.com.br
Disco gravado revela que asteróide impactou com a Terra no passado.O objeto, resgatado no século XIX das ruínas do palácio de Nínive pelo arqueólogo Vitoriano Henry Layard, está datado como sendo do ano 700 antes de Cristo.

Tem forma de escudo e inclui um texto escrito em caracteres cuneiformes. Segundo um estudo da Universidade de Bristol, o texto de uma “tabela” do ano 700 a.C. indica que um asteróide pode ser a causa da destruição das cidades de Sodoma e Gomorra.
Os cientistas da Universidade de Bristol deduziram, através das informações constantes de um fragmento de artefato de argila (tabela) exposto em uma das salas do Museu Britânico, que o impacto de um asteróide em 29 de junho, do ano 3123 antes de Cristo, provavelmente causou a destruição das duas cidades citadas na Bíblia.
                        imagefonte;rodrigoenok.blogspot.com.br
Placa de 700 a.C. traz relato de 'destruição de Sodoma e Gomorra. A trajetória de um meteorito e sua posterior explosão em 3123 a.C. poderiam explicar a lenda bíblica da destruição das cidades de Sodoma e Gomorra em meio a uma chuva de fogo e enxofre, segundo um cientista da Universidade inglesa de Bristol.

Os cientistas britânicos Alan Bond, diretor da empresa de propulsão espacial Reaction Engines, e Mark Hempsell, especialista em astronáutica da Universidade de Bristol, decifraram as inscrições cuneiformes de um bloco de argila datado de 700 a.C.
                                                                        Fonte;revavds.blogspot.com



Mas por que um Deus de amor (1Jo 4:8) destruiria uma cidade de forma tão violenta? A resposta pode ser encontrada em Judas 7. Ali lemos que Sodoma foi destruída por causa da sua prostituição. Em grego, a palavra é porneia, que deu origem ao nosso vocábulo “pornografia”. A idéia básica de porneia é toda e qualquer relação sexual, dentro ou fora do casamento, não aprovada por Deus. Adultério, fornicação, masturbação é apenas uma pequena amostra de uma vasta lista de degradações.
 Quando olhamos para a triste história de Sodoma, vemos um Deus que é amor, mas também é justo. “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (Gl 6:7). Que triste notícia para aqueles que querem continuar no pecado.

Fonte:www.aoreidosreis.com

Leviatã e a Bíblia




Conceito
  Caros amigos, nessa postagem iremos comentar sobre um mistério bíblico, chamado leviatã. iremos comentar a respeito e discutir a sua representação.
   O 'Leviatã,,,' é uma criatura, geralmente de grandes proporções, bastante comum no imaginário dos navegantes europeus da Idade Moderna. Há referências, contudo, ao longo de toda a história, sendo um caso recente o do Monstro de Lago Ness. Porém o uso de referência sobre esse animal, provem principalmente da bíblia.

Bíblia
    O Livro de Jó, capítulos 40 e 41, aponta a imagem mais impressionante do Leviatã, descrevendo-o como o maior (ou o mais poderoso) dos monstros aquáticos. No diálogo entre Deus e Jó, o primeiro procede a uma série de indagações que revelam as características do monstro, tais como "ninguém é bastante ousado para provocá-lo; quem o resistiria face a face? Quem pôde afrontá-lo e sair com vida debaixo de toda a extensão do céu? ....Quem lhe abriu os dois batentes da goela, em que seus dentes fazem reinar o terror?...... Quando se levanta, tremem as ondas do mar, as vagas do mar se afastam. Se uma espada o toca, ela não resiste, nem a lança, nem a azagaia, nem o dardo. O ferro para ele é palha, o bronze pau podre" (Bíblia Sagrada, 1957: 656). Ao lado do Leviatã, no capítulo 40 do livro de Jó, aparece o Behemoth[9], vigoroso e musculoso animal terrestre, "sua força reside nos rins e seu vigor no músculo do ventre. Levanta sua cauda como (um ramo) de cedro, os nervos de suas coxas são entrelaçados; seus ossos são tubos de bronze, sua estrutura é feita de barras de ferro" (Bíblia Sagrada, 1957: 654).
   Na bíblia também fala que Deus enviara Behemoth para matar Leviatã. Eles terão uma grande batalha, onde os dois morreriam, mas Behemoth sairia vitorioso por cumprir sua missão.
Dinossauros:
  Existe um conceito de algumas pessoas que afirmam que o Leviatã, seria uma espécie de dinossauro ou algo parecido.

Como representação do Mal, aparece frequentemente como um dragão dotado de muitas cabeças criado por Deus para demonstrar o Seu poder supremo, que tudo cria e tudo vence, e acaba por ser derrotado por Javé (Salmos), depois do Leviatã se revoltar contra Ele juntamente com o mar ? que é considerado o seu meio ambiente, conforme o que acima foi dito. Os anjos que se revoltaram contra Deus foram também engolidos por Leviatã, segundo reza a tradição da Ars Moriendi. A conotação maléfica, de presságios funestos, e a configuração de serpente marítima (ou dragão do mar) escorregadia e enrolada sobre si mesma que se evidenciam na Bíblia encontravam-se já nos escritos de Ugarit, referentes à mitologia fenícia, e neles se conta que o Leviatã combateu o deus Mot, senhor da morte e das secas, acabando por perecer sob a espada de um servo do Demônio Baal.
  Caros amigos, interpretando a bíblia podemos perceber que Deus criou Leviatã e pôs sobre o mar.(Salmos 104:26)"
"Ali andam os navios; e o leviatã que formaste para nele folgar."
  Deus também feriu leviatã, conforme está escrito em: Salmos 74:14
" Fizeste em pedaços as cabeças do leviatã, e o deste por mantimento aos habitantes do deserto."
  (Isaías 27:1)
"Naquele dia o SENHOR castigará com a sua dura espada, grande e forte, o leviatã, serpente veloz, e o leviatã, a serpente tortuosa, e matará o dragão, que está no mar."
  Podemos perceber que leviatã pode ser tanto uma forma de filosofia da bíblia, ou um monstro que existiu antes do dilúvio, ou a própia personificação do Diabo, que é representado por uma serpente, assim como a própria Mulher foi enganada por uma serpente. essa dúvida fica em nossas cabeças, pense a respeito.


A Bíblia de hoje é a mesma de 
Antigamente?

A Bíblia é o livro mais vendido de todos os tempos, com mais de 6 bilhões e cópias vendidas. O livro sagrado é repleto de inspiração divina, sobre o motivo da existência do Homem na terra, A origem de todas as coisas e a luta incessante entre o bem e o mal. A bíblia foi escrita por homens Judeus, que foram divinamente inspirados por Deus.


             imagefonte;domvob.wordpress.com

 Os autores e escritores da bíblia eram homens simples que iam se deixando levar pela inspiração do Espírito Santo na medida em que escreviam, não tinham conhecimentos das tecnologias e ciências de hoje, o que torna a Bíblia única.

A Bíblia é influente no Cristianismo, Islamismo, Espiritismo. No cristianismo se divide em Católicos, ortodoxos e protestantes.As diversas igrejas cristãs possuem algumas divergências quanto aos seus cânones sagrados. Inclusive protestantes entre protestantes.
Quando os rolos foram traduzidos surgiu a diferença. A coleção da Alexandria foi traduzida por 70 (ou 72) doutores, sendo daí chamada de "Septuaginta", ou "dos Setenta". Mais tarde a Igreja Católica vaio a adotar esta coleção, ficando com 45 livros em seu Antigo Testamento. Diga-se de passagem que essa tradução "dos Setenta", para o grego, era a mais usada no tempo da vinda de Jesus Cristo, sendo citada por Ele mesmo e por Seus discípulos e apóstolos, especialmente por Mateus.

Os Livros que formam a Bíblia   
A Igreja Católica possui 46 livros no Antigo Testamento como parte de seu cânone bíblico.Os livros de Livro de Tobias, Judite, Sabedoria, Eclesiástico, Baruque, I Macabeus e II Macabeus e as chamadas Adições em Ester e Adições em Daniel) são considerados "deuterocanônicos" (ou "do segundo cânon") pela Igreja Católica. Além disso, existem 27 livros no Novo Testamento.
   As igrejas cristãs ortodoxas e as outras igrejas orientais, aceitam, além de todos estes já citados, outros dois livros de Esdras, outros dois dos Macabeus, a Oração de Manassés, e alguns capítulos a mais no final do livro dos Salmos (um nas Bíblias das igrejas de tradição grega, cóptica, eslava e bizantina, e cinco nas Bíblias das igrejas de tradição siríaca).


                                                       imagefonte;pascompsf.files.wordpress.com
 Um desafio contra a origem da Bíblia é a confiabilidade dos manuscritos de onde as Bíblias de hoje são traduzidas. Notavelmente, há inúmeras provas da confiabilidade absoluta da Palavra de Deus. Existem mais de 14.000 manuscritos existentes do Antigo Testamento e dos fragmentos copiados pelo Oriente Médio e regiões mediterrânea e europeia que concordam dramaticamente entre si. Além disso, esses textos concordam com a versão do Velho Testamento chamada de Septuaginta, a qual foi traduzida do hebraico para o grego algum tempo durante o terceiro século AC. Os Manuscritos do Mar Morto, descobertos em Israel entre 1940 e 50, também fornecem provas fenomenais da confiabilidade da transmissão antiga das Escrituras judaicas (Velho Testamento) antes da chegada de Jesus Cristo. Os escribas hebraicos que copiavam as Escrituras judaicas dedicavam suas vidas à preservação e precisão dos livros sagrados. Estes escribas se esforçavam muito para garantir a confiabilidade do manuscrito. Eles eram altamente treinados e minuciosamente observados, contando cada letra, palavra e parágrafo para compará-lo com o texto original. Um único erro exigia a destruição imediata de todo o texto.


                                                                imagefonte;contemplarlaic.blogspot.com.br

 A evidência do manuscrito do Novo Testamento também é dramática, com mais de 5.300 cópias e fragmentos conhecidos no grego original, cerca de 800 dos quais foram copiados antes de 1000 AD. Alguns manuscritos datam do segundo ou terceiro séculos, com o intervalo entre os manuscritos originais e as primeiras cópias existentes sendo notavelmente curto – apenas 60 anos. Curiosamente, essa evidência do manuscrito ultrapassa de longe a confiabilidade de outros manuscritos antigos que nós enxergamos como autênticos. Dê uma olhada nessas comparações: o livro de Júlio César chamado de "As guerras Gálicas" (10 manuscritos permanecem, com a cópia mais antiga sendo de cerca de 1.000 anos depois da obra original); “História”, escrita por Plínio, o Jovem (7 manuscritos; 750 anos decorridos), “História de Tucídides" (8 manuscritos; 1.300 anos decorridos), “História” de Heródoto (8 manuscritos; 1.300 anos decorridos), Sófocles (193 manuscritos; 1.400 anos decorridos), Eurípedes (9 manuscritos, 1.500 anos) e Aristóteles (49 manuscritos; 1.400 anos). 


A mensagem Divina nos foi dada na Bíblia em forma de leis, instruções, histórias e profecias, para que nós, de uma raça humana decaída, pudéssemos novamente conhecer o nosso Criador e ter os meios de nos prepararmos para voltar ao estado feliz de integridade, quando o homem pode, "face a face" com Deus, receber a inteligência, a sabedoria e, por esse meio, os sentimentos verdadeiramente humanos que lhe foram destinados. 

Divergindo da Igreja Católica, a Igreja Evangélica ou Reformada (apelidada de "Protestante"), adotou, por volta do século XVI, a versão traduzida da coleção usada pelos judeus da Palestina, resultando daí o Velho Testamento com 39 livros. Esta é a origem da diferença existente hoje entre o que se chama a "Bíblia católica" e a "protestante". Todavia, no que se refere à mensagem essencial, não há entre elas nenhuma diferença. Não há mudança capaz de alterar o sentido ou prejudicar o entendimento das verdades acerca da vontade Divina para com o homem.


                                                                 imagefonte;aprendei.blogspot.com.br

A "Ilíada" de Homero, o livro mais famoso da Grécia antiga, tem 643 cópias que apoiam o seu manuscrito. Nestas cópias, existem 764 linhas de texto ainda disputadas, em comparação com 40 linhas em todos os manuscritos do Novo Testamento (Norman L. Geisler e William E. Nix, A General Introduction to the Bible, Moody, Chicago, revisada e ampliada de 1986, p. 367). Na verdade, muitas pessoas nem sabem que cada uma das 37 peças de William Shakespeare (escritas no século XVII) tem algumas partes faltando do texto original, forçando os estudiosos a "preencherem os espaços em branco". Por outro lado, temos mais de 5.300 cópias e fragmentos do Novo Testamento que, juntos, nos garantem que nada foi perdido. Na verdade, todo o Novo Testamento (com exceção de apenas onze versículos) pode ser reconstruído a partir dos documentos dos pais da igreja no início do segundo e terceiro séculos.

As diversas traduções da Bíblia - Desde que os primeiros textos foram traduzidos para o grego (entre 285 e 132 a.C.) pelos "Setenta", a Bíblia tem sido traduzida para mais de 240 idiomas em todo o mundo. Dentre as versões mais antigas ou famosas, podem se destacar: a de Áquila, feita em 128 a.C., para o grego; as latinas (a Ítala e a Vulgata), de entre 120 e 300 AD; a Siríaca, do séc. II AD; a Etíope, do séc.IV AD; a Cóptica, do séc V.

Mais tarde surgiram as versões Persa (1341), Germânica (do séc.XVI) e as inglesas, de Wilcliffe (1384) e "King James" (1611), esta última até hoje usada como foi feita.

As traduções portuguesas mais antigas e conhecidas são as dos padres João Ferreira de Almeida (1700) e Antonio Pereira de Figueiredo (1790). Dessas traduções se fazem constantes revisões e atualizações.

Novo Testamento
Existem dúvidas sobre apenas 40 linhas ou 400 palavras do NT, mas, na Ilíada, são questionadas 764 linhas. Estes 5% de corrupção textual da Ilíada espelham um contraste com o 0,5% de alterações do NT, porcentagem que enseja uma variação textual tão ínfima que sua aceitação ou rejeição não provocaria nenhuma alteração no corpo doutrinário cristão. Ademais, certamente a doutrina ou relato apresentado nestas pouquíssimas palavras duvidosas são abundantemente confirmados por outras passagens das Escrituras.As versões do NT em siríaco e latim foram feitas em cerca de 150 A.D., o que nos deixa bem próximos da composição original.

Velho Testamento
As TRADUÇÕES ANTIGAS constituem um outro forte apoio em favor do testemunho e exatidão dos textos bíblicos disponíveis. Raramente a literatura antiga era traduzida para outro idioma, mas, os missionários cristãos necessitavam da Bíblia traduzida para levar o evangelho a povos de outros idiomas. 
A SEPTUAGINTA (Séc. III a.C.), tradução do AT para o grego, também dá grande suporte para a credibilidade do texto do AT, por apresentar um texto praticamente idêntico ao texto massorético (916 A.D.), que foi, assim, preservado por 1.300 anos.




 A origem da Bíblia é Deus. Ela é um livro histórico apoiado pela arqueologia, e um livro profético que tem provado ser verdade em todas as suas afirmações até o momento. A Bíblia é a carta de Deus para a humanidade, organizada em 66 livros escritos por 40 escritores divinamente inspirados durante um período de mais de 1.600 anos. A afirmação de inspiração divina pode parecer dramática (ou irreal para alguns), mas um estudo cuidadoso e honesto das escrituras bíblicas provará que ela é a verdade. Poderosamente, a Bíblia valida sua autoria divina através de profecias cumpridas. Um impressionante número de 668 profecias têm sido cumpridas e nenhuma tem sido provada como sendo falsa (três ainda não foram confirmadas). Deus decidiu usar a sua profecia como prova principal da autoria divina, e um estudo honesto da profecia bíblica irá mostrar de maneira convincente a origem sobrenatural da Bíblia. Céticos devem se perguntar: "Será que a indústria de apostas existiria se as pessoas pudessem realmente prever o futuro"? Novamente, nenhum outro livro sagrado chega nem perto da Bíblia na quantidade de provas que sustentam a sua credibilidade, autenticidade e autoria divina.

Céu ou Inferno? O que acontece com a alma?



O que acontece com a alma da pessoa na hora da morte?

Essa questão parece muito complexa, mas a bíblia explica claramente. O texto de Jesus sobre o rico e Lázaro revela verdades do pós-morte.

"E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado. E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio." Lucas 16:22-23.     

Para onde vai?
  Os Anjos do Senhor conduzem a alma de Lázaro ao seio de Abraão e os demônios conduzem a alma do rico ao inferno.
           
Guardião das almas
Antes de alguém morrer, há anjos ou demônios aguardando que sua alma seja liberada do corpo. Não há qualquer disputa entre os anjos e demônios por aquela alma. Ela já têm um senhor a quem decidiu entregar-se quando estava viva. E, no momento de sua passagem os mensageiros do senhor da alma dela vem buscá-la.

"Sua alma aproxima-se da cova, e sua vida, dos mensageiros da morte." 

Jó 33:22''

Nossa escolha..

"Se, porém, não lhes agrada servir a Deus, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas, eu e a minha família serviremos a Deus". Josué 24:15



                                                                 image;nerdssomosnozes.blogspot.com.br

Deus é paciente, porque é eterno. Mas depois dos dias de paciência, prepare-se!  Virá o dia da justiça,dia tremendo, dia inevitável. Em que todos os homens, comparecerão diante do Rei da eternidade para darem conta de suas obras e até de seus pensamentos.

Transporte-se em espírito a esse momento formidável, eis que o pó dos túmulos se comove, e de todas a parte a multidão dos mortos aos pés do soberano Juiz. Ali todos os segredos se descobrem,a consciência já não tem trevas, e cada um espera em silêncio a sorte que lhe está reservada para todo sempre.

Enquanto sua alma contrita aguarda a lenta sentença, satanás sorri no inferno, ele apodera-se de sua presa, e com ele se precipita, nos abismos, tudo se consumou para sempre, nada mais resta senão a alegria do céu, e a desesperação do inferno.Enquanto está na terra, tem a escolha destas duas moradas, escolha pois, mas lembre-se de que além do tumulo não há arrependimento!

Evidências Genéticas Confirmam o Relato Bíblico Sobre a Rainha Sheba


Um mural em Aksum, típico, cujo tema pode ser visto em outros murais em toda a Etiópia, representa o encontro da rainha Sheba com o rei Salomão. FOTO: Paul Raffaele.

ETIÓPIA/UK. Uma pesquisa, publicada no American Journal of Human Genetics -Genetics, also sheds light on human migration - que trata da migração na África há 60 mil anos, revelou que a população etíope apresenta claras evidências de miscigenação com povos egípcios, sírios e israelitas.

A evidência fóssil mostra que, entre os muitos sítios arqueo-antropológicos do mundo, a Etiópia destaca-se como um dos lugares onde foram - e são - encontradas informações sobre a História da Humanidade ocidental que podem ser rastreadas mais remotamente, resgatando os tempos mais antigos. Entretanto, até hoje (2012), pouco se sabe sobre o perfil genético dos Etíopes.

As pesquisas genéticas sobre materiais fósseis humanos, além de dados sobre a evolução biológica daespécie humana, fornecem dados preciosos de natureza Histórica.

Genetics, also sheds light on human migration (a pesquisa) levou à fundamentação científica que apoia o relato bíblico sobre a rainha Sheba ou Rainha de Sabá, (como mais conhecida em língua portuguesa).

Nesta investigação, o código genético de mais de 200 indivíduos pertencentes a 10 tipos humanos etíopes e mais dois procedentes de outros países africanos foram analisados. Cerca de um milhão de caracteres genéticos de cada genoma foram analisados.

O professor Chris Tyler-Smith, do Wellcome Trust Sanger Institute, em Cambridge - UK, explicou à BBC:  

A genética pode dizer muito sobre os eventos históricos. Ao analisar a genética da Etiópia e várias outras regiões próximas constatamos que houve um fluxo gênico para a Etiópia (chegada ou introdução de diferentes tipos humanos não-nativos),provavelmente vindos do Levante (Oriente Médio) cerca de 3 mil anos atrás; e isso se encaixa perfeitamente com a história da rainha Sheba

Outro pesquisador, Luca Pagani, também do Wellcome Trust Sanger Institute, acrescentou: A evidência genética apoia a lenda da rainha Sheba.

Sarah Tishcoff, do Department of Genetics and Biology da University of Pennsylvania, comentou: A Etiópia é uma região onde existe grande diversidade cultural e lingüística mas, até agora, pouco é conhecido sobre esta diversidade, especialmente em termos genéticos. Este estudo elucida muito sobre a História da Antigüidade dessa região que tem um importante papel para o conhecimento de eventos remotos da migração humana.

FONTE: BRIGGS, Helen. DNA clues to Queen of Sheba tale.
BBC/english, publicado em 21/06/2012.

[http://www.bbc.co.uk/news/science-environment-18526428]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...